Segunda, 18 de junho de 2018
86 9-8108-3425
Polícia

05/10/2017 ás 00h18 - atualizada em 05/10/2017 ás 00h28

311

Redação

Piracuruca / PI

Segurança descobre plano do PCC para matar secretário Fábio Abreu
Secretário estaria sendo ameaçado por facções criminosas que atuam no Piauí
Segurança descobre plano do PCC para matar secretário Fábio Abreu

A Secretaria de Segurança do Piauí confirmou nesta quarta-feira (4) que a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) estava articulando uma ação para matar o secretário Fábio Abreu. Por ser parlamentar federal, o assunto foi motivo de reunião entre o gestor e o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, em Brasília.  


De acordo com a SSP, investigações do Núcleo de Inteligência da secretaria confirmaram que dez detentos custodiados em penitenciárias do Piauí estariam planejando ações criminosas para desestabilizar a atual gestão. Todos eles seriam integrantes do PCC.


“Eles estariam insatisfeitos com as operações policiais de combate a explosões de caixas eletrônicos e tráfico de entorpecentes”, disse a SSP em nota.


A investigação gerou a produção de um relatório que foi entregue a Rodrigo Maia.


Ao Cidadeverde.com, Fábio Abreu disse que a primeira informação que teve do plano foi ainda no ano passado e que há 6 meses novos fatos vieram à tona. Por conta disso, o secretário teve que adotar novas medidas, dentre elas o reforço em sua segurança.


Por conta do afastamento temporário da secretaria para reassumir o mandato de deputado federal, Fábio Abreu comunicou o caso ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que acionou a Polícia Federal.


"Acredito ser uma atitude de intimidação, já que a policia tem incomodado bastante as facções criminosas com apreensões e bloqueio de bens. O ponto alto foi à prisão da quadrilha de São Paulo que atuou no caso Servisan. Essa ação foi um duro golpe neles”, disse.


Abreu disse que possui nomes de quem poderia tentar sua execução e está fazendo monitoramento dos suspeitos.


Leia nota da SSP na íntegra:



"Sobre a informação de que uma investigação apontou articulação de criminosos contra o secretário Fábio Abreu, a Secretaria Estadual de Segurança Pública confirma a veracidade do fato. Investigações do Núcleo de Inteligência da SSP confirmaram que mais de 10 detentos custodiados em penitenciárias do Piauí estariam planejando ações criminosas para desestabilizar a atual gestão. Todos os detentos seriam integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) e estariam insatisfeitos com as operações policiais de combate a explosões de caixas eletrônicos e tráfico de entorpecentes. A investigação ainda constatou que um dos presos planejava ações criminosas contra a vida do secretário. O trabalho policial gerou a produção de um relatório que foi levado ao presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia, para conhecimento já que o atual gestor é deputado federal. Diante da necessidade de sigilo do caso, mais informações não podem ser repassadas à imprensa"


FONTE: Cidade Verde

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium